Buscar

A mosca na cabeça.



Na cabeça tinha uma mosca.

Tinha uma mosca na cabeça.

No debate entre os candidatos à vice-presidência dos Estados Unidos, uma mosca pousou na cabeça do companheiro de chapa de Donald Trump, Mike Pence.

Não me ocorre uma metáfora mais sutil do que essa que o acaso, o destino ou a natureza nos preparou.

Uma metáfora perfeita para Trump, Pence, Bolsonaro e seus milicos amigos.

Bem na cabeça pensante de Pence, uma mosca.

Moscas são conhecidas por frequentarem locais que não primam pela higiene.

Uma simples mosquinha, eternizou a sujeira que passa na cabeça dessa gente retrógrada que assumiu o poder lá e cá.

Gente que não acredita no óbvio.

Não acredita na covid-19.

Não acredita no aquecimento global.

Não acredita em desenvolvimento sustentável.

Não acredita em meio ambiente.

Não acredita em diversidade.

Não acredita na Ciência.

Não acredita em liberdade.

Uma mosca na cabeça repleta de pensamentos impuros, velhos, emporcalhados, dessa gente.

Justamente quando em que Bolsonaro afirmou que "acabou com a Lava Jato porque não existe mais corrupção no governo".

Não existe mesmo.

Agora existe na casa dele, com as rachadinhas do Bananinha e os cheques da Micheque.

Uma mosca na cabeça gordurosa, nojenta, e cheia de excrementos desses hipócritas.

Justamente quando Bolsonaro afirma que o próximo ministro do STF será um pastor, para iniciar as sessões da corte suprema com uma oração.

Canalha!

Se esconde atrás do conservadorismo e da religião, depois de empregar mais de 100, isso mesmo, 100 parentes ao longo de seus 28 anos-nulos no Congresso Nacional.

Uma mosca na cabeça de Trump, aprisionada em seu cabelo de 70 mil dólares.

Uma mosca na cabeça do Congresso Nacional que não faz nada.

Uma mosca na cabeça de quem ainda apoia o responsável por desmontar o país.

Uma mosca na cabeça de milhões de brasileiros que insistem em elogiar um presidente criminoso, cúmplice de milhões de mortes.

Uma mosca de nada, veio nos lembrar do que é feita a a alma dessa gente.

64 visualizações2 comentários

©2020 by Os Impostores