Buscar

Eu invadi!

Atualizado: 16 de Jun de 2020

Achei que uma dessas excursões patrióticas aos hospitais, sugeridas pelo presidente, seria uma boa oportunidade para driblar o isolamento. Além disso, eu poderia descolar um teste sorológico gratuito e, quem sabe, vender um rim para complementar o orçamento doméstico, que anda à míngua 


Bati a poeira da camisa da Seleção, inventei um perfil falso (‘Brasélio’), fiz uma selfie e enviei para um grupo bolsonarista-raiz na internet.


A recepção foi desconfiada:


- Brasélio de quê?


Já ia completar ‘da Gávea, Brasélio da Gávea’, apesar de o bairro ser um point da esquerda, quando o sujeito emendou, com voz de chefe da ABIN:


- O que você quer!? 


Respondi, na lata:


- Eu quero a verdade.


Era a óbvia senha. Tava dentro. 


Temendo bisbilhotarem meu celular, deixei-o em casa, dei uma recarga no velho pré-pago, apaguei a memória e fui para o ponto de encontro.