Buscar

O copeiro do Alvorada.

- Oi, amor.

- Hoje foi puxado, puta que pariu.

- Por quê?

- Ah… uma bosta de reunião deles lá… gente pra caralho.

- Aonde?

- No terceiro andar.

- Quem tava?

- Os filhos da puta todos… mais uns bostas e uns estrumes.

- Então era importante?

- Porra nenhuma…

- Caramba!

- Tinha uns trinta. Imagina eu servindo água e café pra trinta filhos da puta.

- Nossa…

- Pega copo, pega xícara. Traz a água, traz café. Pega isso, pega aquilo.

- Imagino.

- Não falam porra nenhuma, só querem me foder… um pede água o outro, café… tudo na mesma hora.

- Você tá irritado, né?

- Irritado? Porra, não pode passar na frente do telão, abaixa a cabeça que tão filmando a reunião… Ah… vai se foder… E eu com aquela bandeja pra lá e pra cá.

- Vai tomar um banho e relaxar…

- Relaxar o caralho… tô com o saco cheio de trabalhar no Alvorada. Brasília só tem filho da puta… Se eu pudesse, mandava prender todos aqueles vagabundos.

- Amor, 20 anos de Alvorada e você nunca falou tanto palavrão que nem agora.

- Claro, os caras querem minha hemorroida, poooorra!

- Oi?

- Vou tomar uma porra de banho e... que se foda.

- Vai, amor.

79 visualizações5 comentários

©2020 by Os Impostores