Buscar

O lagarto erótico.

Casa da presidente da agência de propaganda, casada com um chinês. Um jantar chinês para clientes. São 14 pessoas mais minha mulher Beth e eu. São servidos 16 pratos de tal maneira que no oitavo eu já me sentia um filhote de Mao-Tse-Tung. Terminado o infindável ágape os convidados em desespero começam a se retirar e disputam a tapa a entrada nos elevadores. Permanecemos Beth e eu que éramos mais ou menos de casa e um outro casal - ele diretor de marketing de importante empresa. A nossa anfitriã nos convida para o último trago. Um licor especial. Vamos até a copa onde enorme pano branco cobre indefinido objeto. Como um mágico, a Presidente ou Presidenta, levanta o pano e revela um aquário dentro do qual, conservado em álcool, está um enorme lagarto. Sim, um enorme lagarto. Segundo nossa amiga, uma dose dessa infusão é o suficiente para combater anemia e aumentar a virilidade do mais combalido publicitário. Corri para a sala e só voltei quando me garantiram que o bicho estava morto. Não experimentaria aquela infusão nem a pau. Mas o diretor de marketing, vamos chamá-lo de Parker, experimentou. E repetiu. Segundo eu soube, semanas depois, Parker teve um ataque de priapismo o que o obrigou a entrar em férias na empresa. Só foi curado por uma médica chinesa especialista em baixar a moral (ou o equivalente) de priápicos diretores de marketing. Juro que é verdade. A anfitriã, de sobrenome Pinto, não me deixaria mentir.

83 visualizações6 comentários

©2020 by Os Impostores