Buscar

O País de Henriques e Julianos


Dia desses saiu a notícia de que a dupla Henrique & Juliano havia atingido a inacreditável marca de um bilhão de downloads nas plataformas de streaming com seu novo álbum.


Um BILHÃO.


Considerando os valores médios praticados, a façanha deve ter colocado no bolso dos rapazes algo em torno de US$ 4 milhões, ou R$ 23 milhões na cotação de hoje.


Digo bolso deles porque o álbum foi uma produção independente, livre portanto da mordida de gravadoras ou agentes em geral.


Para quem, como eu, não conhece uma única música desse fenômeno do show business, apresento-lhes a primeira estrofe de “Liberdade Provisória”, a mais tocada dentre todas as mais tocadas:


“No início foi assim

Terminou tá terminado

Cada um pro seu lado

Não precisa ligar mais

Só que foi eu quem terminou

E quem foi largado não espera

Eu segui minha vida

Até ela começar seguir a dela”


Percebem a sutileza e o cuidado no encaminhamento do tema?


Ao dizer “no início foi assim, terminou tá terminado”, a canção traz um lindo falso paradoxo, onde o início começa pelo término. Porque todo término é também um início. Poesia na veia.