Buscar

Objeto trepidante.

- Boa noite, amor.

- Boa noite... você apaga o abajur?

- Sim...

- E tira o celular da cama.

- Mas o celular não tá na cama, tá no criado-mudo.

- Amor, não se fala mais criado-mudo. É politicamente incorreto...

- Ah é... tá bom... meu celular está no compartimento lateral de apoio que contém gavetas.

- É melhorou... mas o celular continua na cama.

- Não, meu colibri, o celular está na gaveta daquele lugar que eu não lembro mais como eu chamei.

- Mas, então... o que é que tá vibrando?

- Vibrando?

- É... tem alguma coisa vibrando.

- Peraí... aqui debaixo do lençol?

- É... acende o abajur.

- Achei! Um vibrador? É seu?

- Amor, não se fala mais vibrador. É politicamente incorreto.

É objeto trepidante de prazer individual.

- Ah tá... mas é seu?

- Na verdade, ele é nosso.

- Nosso?

- Ele tem contribuído consideravelmente para o nosso relacionamento.

- Huumm... entendi.

- Boa noite, amor.

- Boa noite.

- Desliga o abajur.

59 visualizações6 comentários

©2020 by Os Impostores