Buscar

Para que serve o vídeo?

Nenhum presidente é impichado por uma gravação, por uma fala, por um vazamento, por uma improbidade.

Nixon não caiu por causa das gravações.

Collor não caiu por causa do P.C. Farias.

Dilma não caiu pelas pedaladas.

Presidentes caem por falta de apoio daqueles que sustentam o equilíbrio democrático.

Caem porque, como ratos, os que o apoiavam percebem que é hora de pular do barco.

Os Ministros da Saúde pularam do barco, ou foram jogados ao mar.

Moro pulou do barco enquanto era jogado ao mar.

Rodrigo Maia já se jogou ao mar há muito tempo.

E olha que ele até tentou se aliar a esse governo.

Quando as forças que amparam um governo, os outros poderes, os senadores ou o partido abandonam o presidente, adios.

O povo nas ruas é só mais um tempero.

O STF está contra Bolsonaro.

Deputados e Senadores, idem.

A esperança do Bolsonarismo é o Centrão aceitar a propina de 50 bilhões em cargos.

Aí, quem sabe, Bolsonaro tem uma sobrevida.

Então este vídeo não derruba ninguém.

Mas, se há forças prontas para derrubar o presidente, há um rito a ser cumprido.

É preciso provar que o presidente merece ser impichado.

E este é o objetivo da divulgação desse vídeo.

O fariseu comum está pouco se lixando para a reunião.

Não é ele o público alvo.

Esse sujeito não está nem aí para o que o STF e o Congresso ou o presidente e seus aliados farão.

Para a mídia, o vídeo serve para alimentar o próximo ciclo de notícias criticando o presidente.

Para o eleitor da esquerda, o vídeo é querosene.

Serve para botar mais fogo na polarização.

E para os 30% dos bolsominions, o vídeo serve para mostrar como votaram certo.

Sobra uma minoria.

A minoria de incautos que não tomaram posição.

É para eles, enfim, que o STF divulgou o vídeo.

O vídeo serviu para seu fim: o STF informando o tipo de gente que governa o país.

Gente despreparada, gente bélica, gente grosseira, gente cheia de ódio.

Gente que em meio a maior pandemia dos últimos 100 anos, está mais preocupada em armar a população.

Um presidente que está mais preocupado em proteger "a família e os amigos" do que governar.

Quem entendeu, apoiará o impeachment.

Quem não entendeu, não entenderá nunca.



123 visualizações4 comentários

©2020 by Os Impostores