Buscar

Quanto mais vamos calar a boca?


Uma ditadura começa do dia para a noite com um golpe militar.

Quando não existe golpe, leva anos para se estabelecer.

Avança assim, aos poucos.

Gesto por gesto. Frase por frase.

Em 2013, nas manifestações, foi a primeira vez em 20 anos, que vi nas ruas grupos pedindo a volta dos militares.

Eram só uns poucos gatos pingados.

Na época, escrevi sobre o perigo que era o surgimento desses grupos. Mesmo de uma meia dúzia.

Sabe por que?

Porque idiotas se reproduzem muito rápido.

Meteram o pau no que escrevi.

Disseram que era bobagem.

Que o Brasil tem uma sólida democracia.

Quando Bolsonaro surgiu como candidato, escrevi sobre o perigo que era um candidato radical.

Disseram que ele era uma piada, que nunca se elegeria.

Ontem, Bolsonaro deu mais uma demonstração de seu autoritarismo.

E, aos poucos, está fazendo mudanças gravíssimas nos ministérios.

Colocando ministros que não o questionem para atender sua própria fome de poder absoluto, como conseguiu fazer, também, na Polícia Federal.

Certo de que não será confrontado, ataca os outros poderes com uma petulância inédita.

Ontem reproduziu cenas que queremos esquecer.

E ainda assim, há quem diga que nossas instituições são fortes e vão resistir.

Mesmo que resistam, por que somos obrigados a passar por isso?

Quanto mais tempo aceitaremos calados o avanço deste homem sem compromisso com a vida ou com a democracia?



153 visualizações5 comentários

©2020 by Os Impostores