Buscar

Vivendo com pirações.

Atualizado: Jun 27


Primeiro tem a conspiração das esquerdas contratando um experiente assassino profissional para esfaqueá-lo durante um comício.

Depois a conspiração da mídia para arrancá-lo do poder: tudo combinado em uma das reuniões semanais onde comparecem todos os donos e editores de jornais impressos, digitais, radiofônicos e televisivos de cada cidade e cada estado do Brasil, mais as tevês, sites e jornais do mundo todo, incluindo o The Guardian, o El País, o The New York Times, a Business Week, o Washington Post, o Le Figaro, o Der Spiegel, a The Economist e mais uma infinidade deles - menos o SBT e a Record, que não foram convidadas para não darem com a língua nos dentes.

Por isso essas reuniões continuam acontecendo em segredo e só o presidente sabe o que eles acertam por lá.

STF, a mesma coisa: ministro amiguinho um do outro, tipo Gilmar Mendes e Luís Roberto Barroso, conspirando e votando em qualquer coisa que desestabilize o governo.

Moro conspirou, talvez com o FBI e CIA, como o PT já havia avisado.

O GSI estava conspirando contra os filhos e os amigos dele, no Rio.

E nem deixava ele trocar a segurança: o GSI adora hemorróidas de presidente.

Mandeta foi pior.

Conspirou com os governadores e os prefeitos do Brasil, inventando doença onde não existia e mortes onde ninguém estava doente.

A China conspirou, como Weintraub já havia avisado.

Criou um vírus, soltou na vida e orientou o bichinho para que ele chegasse ao Brasil, num esforço premeditado e minucioso para destruir o excelente trabalho que o governo fazia, e que extirparia a esquerda de vagabundos do solo nacional para todo o sempre.

Pouca gente vê isso.

Mas se existe uma razão para essa pandemia é a obsessão da China em dominar o mundo: começando pelo seu maior concorrente, o Brasil de Bolsonaro.

A parte em que o vírus volta a fazer vítimas por lá também estava programada, não se enganem.

Era um plot twist pensado para despistar as pessoas inteligentes do Facebook que sacaram o cheiro da conspiração chinesa anti-bolsonarista.

Malditos.

Os laboratórios do mundo inteiro conspiraram contra a cloroquina, o remédio que o nosso presidente e o Trump descobriram - Trump, traidor, depois largou a brocha na mão do pobre macunaíma.

Epidemiologistas, médicos, cientistas, a OMS conspiraram contra o querido PR.

Invejosos, não seguraram o desespero quando viram aquele 1% de crescimento do nosso PIB.

Sabia que ou freavam o sucesso do Brasil naquela hora, ou nunca mais conseguiriam segurar o mito.

Foi a senha para soltarem o vírus.

Como se não fosse conspiração suficiente, aqui, no nosso quintal, o pessoal que resolvia atingir o presidente através de seus filhos, dando continuidade à conspiração que já tinha feito muito sucesso no ano anterior.

Era a conspiração que acusava o agora Senador da tal "rachadinha" (onde já se viu isso?) na Câmara do Rio de Janeiro, sempre com a intenção de destruir a reputação dos paladinos da anti-corrupção do clã Bolsonaro: 28 anos de história revolucionando e moralizando a política brasileira.

Como essa conspiração era da coleção Outono Inverno 2019, Paulo Marinho foi chamado para repaginá-la.

Assim surgiu a conspiração in do momento.

Que enfiou o Queiroz na casa de um advogado do Bolsonaro que nunca foi advogado do Bolsonaro e que nunca falou com Bolsonaro na condição de advogado do filho do Bolsonaro já que isso não seria ético e ele tinha mais o que falar com Bolsonaro sobre os processos do Bolsonaro, já que era advogado do Bolsonaro.

Plantão!

Não, essa conspiração meio que já era.

Na verdade havia uma conspiração para... matar o Queiroz: novidade do dia.

E por quê?

Logicamente porque o Queiroz sabia demais, penso eu.

Sobre o quê?

Sobre o PT, a Dilma e o Lula, imagino.

Por isso algum comunista queria matá-lo.

Para depois colocar a culpa no pobre Bolsonaro, que, acreditem vocês, as pessoas acham que teria algum interesse em calar o Queiroz, vê se pode.

Foi aí que o Anjo criou a conspiração do bem e levou o Queiroz para a casa dele, para ele ficar tranquilo usando a camisa do Vasco e fazendo churrasco.

Agora, empresas de pesquisa conspiraram com pesquisas falsas que apontam a popularidade do presidente caindo.

Não dão trégua.

Não satisfeitos, querem calar o nosso presidente, que já nem pode mais ouvir a Ave Maria tocada no acordeão.

A conspiração agora é para as pessoas que têm WhatsApp acharem que ele é patético, ridículo, inominável e bizarro.

É muito difícil ser o herói salvador do Brasil.

Sei lá, se eu fosse ele conspirava com a mulher, a filha e todos os zeros de casa, pegava meu boné e ia para a puta que o pariu.

A não ser que, depois de anos de esforços conspiratórios, já não tenham oficializado o Brasil como o endereço permanente da puta que o pariu.




136 visualizações5 comentários

©2020 by Os Impostores